Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

my so-called life



Quinta-feira, 05.02.09

Amor desastroso

O post de hoje é um pouco mais pessoal. É sobre a minha desastrosa vida amorosa.

 

Começou aos 15 anos com o TZ, foi o único a quem disse amo-te e com quem sei aliança, hoje sei que o amo-te não era assim tão sentido. Terminou porque ele tinha ciúmes dos meus amigos/as e já falava em casamento e eu sentia-me sufocada e não queria nada daquilo com aquela idade.

Depois do desgosto superado veio o A, foi com ele que perdi a virgindade (foi a única vez que tivemos juntos mais intimamente). Ele achava que eu era uma menina mimada só porque de vez em quando lhe pedia uns carinhos. Acabei por traí-lo com o T.

A traição foi tão boa que comecei a namorar com o T na festa de aniversário de uma amiga em comum, até que chegámos à conclusão que estávamos melhor como amigos.

Tempos depois namorei com o H, o que tinha maior diferença de idade de mim até agora. Foi um terminar de relação diferente de todos, ele foi viver para Cabo Verde.

O Y e eu já éramos amigos desde putos mas de repente começámos a olhar-nos de maneira diferente e começámos  a namorar. A ex-namorada dele infernizava-me a vida mas com o apoio dele aguentei. Um dia ele ficou de me ir buscar das aulas e não apareceu. Mais tarde vim a saber que tinha estado rapariga e por isso não apareceu (não, não era a ex). Acabou logo ali.

Este não foi namorado mas foi o mais querido e carinhoso de todos os rapazes com quem já tive algum tipo de relacionamento. Desde que nos conhecemos que entre mim e o F houve logo uma química muito forte, muito intensa. ´Víamos-nos de vez em quando só para sexo mas também tínhamos momentos muito bons passados juntos. Ele cantava para mim. oferecia-me peluches, dormíamos abraçados, era verdadeiramente um fofo. Na altura não estávamos dispostos a algo mais sério e mantivemos uma boa amizade. A química, essa continua lá toda mas bem mais calma.

E o mais recente e duradouro o M. Começámos só por curtir mas eu acabei por gostar mais dele do que devia. A relação na cama era fantástica mas fora dela não era assim tão fabulosa. O M começou a ficar distante e só estávamos juntos quando lhe apetecia. Decidi então a acabar com aquela palhaçada em que me sentia usada. Meses mais tarde o M lembrou-se de mim e queria estar comigo outra vez e eu dei-lhe um NÃO decidido.

 

 

Agora quero alguém que me ame de verdade mas que saiba respeitar o meu espaço, que não tenha medo de me tornar uma mimada, e que não seja um menino.

 

Agora o que me chateia mesmo de verdade é que também não tenho sorte ao jogo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por StAr às 18:23


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728